Moyses Pinto Neto é filósofo, escritor e blogueiro. Atua profissionalmente como professor-colaborador no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Luterana do Brasil e pesquisa filosofia e política especulativa, movimentos sociais contemporâneos. “Procuro intervir no debate público brasileiro, e já publiquei diversos textos em jornais, revistas e periódicos científicos sobre a conjuntura política nacional e mundial”, conta. Moyses é autor de dois livros: “O Rosto do Inimigo” e “Criminologia Cultural e Rock”, e costuma ministrar cursos e palestras sobre política, ontologia e ética a partir de exemplos da cultura pop, como ficção científica, rock, cinema e literatura.

No TEDxPortoAlegre irá apresentar uma palestra com o título: Entre a frieza dos astros e o chão da Terra. “O tema será as duas antropologias concorrentes que subjazem à política contemporânea e às nossas imagens de futuro. De um lado, a antropologia estelar, de outro a antropologia terrena”, explica. Para Moyses a crise política atual, presente no mundo inteiro, é apenas o sintoma de um debate mais profundo: qual futuro queremos para nós?

Segundo o filósofo, é importante fazer as pessoas pensarem sobre isso porque não há separação entre teoria e prática na política. “Nossa cena política não está apenas em crise e paralisada pela corrupção dos agentes públicos ou mesmo pelas forças do poder: a imaginação também funciona a passos lentos, incapaz de oferecer uma alternativa consistente ao modelo capitalista liberal que agoniza no mundo inteiro”, destaca. Para Moyses as decisões que tomamos hoje são fundamentais para escolher que futuro queremos. “Elas não são simplesmente questões de melhores meios para um determinado fim. Elas, a rigor, põem em questão que tipo de mundo queremos habitar, que tipo de autoimagem nós – humanos – queremos para nós mesmos no porvir”, finaliza.